Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 Maio Seminário discute os direitos de pessoas LGBT’s privadas de liberdade e em tratamento contra as drogas
06/05/2019 - 16h27m

Seminário discute os direitos de pessoas LGBT’s privadas de liberdade e em tratamento contra as drogas

Evento buscou ainda traçar estratégias para prevenção à violência e combate à impunidade

Seminário discute os direitos de pessoas LGBT’s privadas de liberdade e em tratamento contra as drogas

Texto de Géssika Costa

Fotos de Vitor Beltrão

Técnicos da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) participou, nesta segunda-feira (6), do Seminário Alagoano Sobre os Direitos das Pessoas LGBTs Privadas de Liberdade e Acolhidas no Programa Rede Acolhe, promovido pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), no auditório da Ordem dos Advogados Brasil – seccional Alagoas (OAB-AL), em Jacarecica.

O seminário teve o objetivo de discutir, sensibilizar e trocar informações para elaboração de diretrizes, recomendações e de linhas de apoio que visem a execução de prevenção à violência contra a população LGBT reclusa nas unidades prisionais, nas unidades socioeducativas e nas comunidades do Programa Rede Acolhe.

Ao lado da diretora de Promoção LGBTI do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Marina Reidel, do consultor do Governo Federal,  Gustavo Passos e de militantes do movimento LGBTs, a titular da Seprev, Esvalda Bittencourt, destacou o papel do Governo do Estado para a garantia dos direitos do grupo.

“Fizemos questão de estar aqui para aprendermos cada vez mais, dando o nosso melhor e atenção para que as políticas públicas sejam cumpridas da melhor forma, abrangendo todos com respeito e dignidade”, disse a secretária.

Esvalda Bittencourt também destacou os avanços para inclusão do grupo dentro das ações executadas pela Seprev. “Dentro da nossa realidade já avançamos muito. Temos um sistema próprio na Rede Acolhe, por exemplo, onde agora o nome social passa a valer para as pessoas atendidas nas comunidades acolhedoras. Então, cada um fazendo a sua parte colabora para a conquista de pequenos avanços”, ressaltou.

A diretora de Promoção LGBTI do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Marina Reidel, classificou o seminário como uma oportunidade para a progressão das políticas públicas destinadas o grupo em Alagoas. “Uma secretária mulher, sensível para a pauta, principalmente com essa temática é de uma grande representatividade para um governo. Um outro ponto relevante é que os presidentes das comunidades que cuidam dos dependentes químicos e também os gestores das medidas socioeducativas também estiveram presentes expondo sobre cada anseio e realidade”, falou.

Além dos técnicos da Seprev, estiveram presentes no Seminário presidentes de comunidades acolhedoras, supervisores das Unidades de Internação de Adolescentes, representantes do Sistema Prisional, do Programa Ronda no Bairro, além de membros do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil de Alagoas e da Polícia Militar.

Visita técnica

Nesta terça-feira (7) os membros do Governo Federal devem fazer uma visita para conhecer a Unidade de Internação Feminina (UIM), localizada no bairro da Serraria, em Maceió, e na Comunidade Acolhedora Fazenda da Esperança Santa Terezinha, situada na cidade de Marechal Deodoro, Região Metropolitana.

semlgbt1

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

null

Portal da Transparência