PARCERIA

Seprev e Sedics se unem para fortalecer o cooperativismo como fonte para inclusão social

Parceria visa fortalecer a inclusão social de pessoas em situação de vulnerabilidade no estado

Victor Brasil

sexta, 16 de fevereiro de 2024 às 16h35

124

Mirela Melo

Texto de Victor Brasil

Fotos de Mirela Melo

O cooperativismo cresce no Brasil, com maior capilaridade das instituições e diversificação dos serviços. Pensando neste modelo de negócios e filosofia de vida, as secretarias de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) e da Indústria, Comércio e Serviços (Sedics) se uniram para fortalecer a inclusão social de pessoas em situação de vulnerabilidade.

O assunto foi tema de uma reunião entre os titulares das duas pastas, André Moita (Seprev) e Alice Beltrão (Sedics), realizada nesta sexta-feira (16). O encontro contou ainda com a presença do secretário executivo de Cooperativismo e Economia Solidária, Adalberon Sá Júnior, e os superintendentes de Medidas Socioeducativas, Otávio Rêgo, e de Contratos e Convênios da Seprev, Mônica Maurício.

“As cooperativas são unidades que vêm sendo estruturadas para oferecer um serviço cada vez mais profissional a empresas, com o objetivo de aumentar os ganhos dos seus membros e, assim, servir como instrumento de inclusão social. A partir delas, podemos organizar grupos de profissionais, por exemplo, para gerar mais emprego e renda”, explicou Adalberon Sá Junior.

Segundo o titular da Seprev, André Moita, o fortalecimento dessa parceria pode, inclusive, ampliar as ações de ressocialização e reinserção social dos egressos do Sistema Socioeducativo e para os dependentes químicos acolhidos pela Rede Acolhe. “Com isso, podemos garantir mais renda para estes jovens e afastá-los de vez do ambiente de vulnerabilidade à violência”, enfatizou.

André Moita lembrou ainda que o Governo de Alagoas realiza cursos de capacitação profissionalizantes gratuitos para esse público, e a ideia é criar uma disciplina especial dentro da grade de cursos voltadas para o cooperativismo. “Assim, ao final da formação, eles podem se juntar em alguma cooperativa já existente ou criar uma própria, ajudando a fortalecer seus próprios negócios”, salientou.

Já a titular da Sedics, Alice Beltrão, lembrou que Alagoas é o único estado da Federação a possuir uma secretaria exclusiva para tratar sobre o tema. “O governador Paulo Dantas tem um olhar diferenciado para o cooperativismo. Com isso, pretendemos oportunizar esperança e um novo futuro para essas pessoas que, de alguma forma, já são o público-alvo da Seprev”, disse.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias