MAIS CIDADANIA

Projeto Cidadão Legal realiza mais de mil atendimentos no mês de março

A iniciativa da Seprev possibilita a emissão de documentos essenciais de forma facilitada

Everton Dimoni

sexta, 01 de abril de 2022 às 16h15

144

Vitor Beltrão

O Projeto Cidadão Legal, iniciativa da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) que possibilita a emissão de documentos essenciais de forma facilitada, realizou mais de 1.000 atendimentos neste mês de março. O projeto integra o conjunto de ações do Governo de Alagoas para a promoção da cidadania que resultou na redução dos números da violência no estado.

Dentre os serviços oferecidos pelo projeto estão a emissão de Certidão de Nascimento, 1ª e 2ª vias de CPF, Carteira de Trabalho Digital, Certidão de Nada Consta estadual e federal, consulta e transferência do Título de Eleitor, alterações de local de votação via site do T.R.E, elaboração de currículo e muito mais.

“É um leque de serviços que levam cidadania à população. Entendemos que a sociedade de modo geral tem a necessidade deste atendimento facilitado e o Projeto Cidadão Legal está aqui para aproximar esses serviços da população e servir ao cidadão alagoano no que estiver ao nosso alcance”, afirmou o superintendente de Prevenção à Violência e Promoção da Cidadania, Charles Tavares.

Lançado em março de 2018 pelo Governo do Estado, o Projeto Cidadão Legal atendia exclusivamente o público em situação de dependência química e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, contribuindo para o fortalecimento do ciclo de reinserção social proposto pela Seprev. Segundo Charles Tavares, a iniciativa continua cumprindo seu papel social, mas agora todos os alagoanos podem ser beneficiados com os serviços.

“Este atendimento foi ampliado para toda a população alagoana em julho de 2021 e, hoje, qualquer cidadão que necessite de alguma demanda referente à documentação básica tem direito aos serviços oferecidos pelo Projeto Cidadão Legal”, disse Charles Tavares.

Para quem busca o atendimento, o Projeto Cidadão Legal funciona na Casa de Direito de Maceió e Arapiraca, além de um núcleo do projeto em Santana do Ipanema. O agendamento também pode ser feito via WhatsApp.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias