MAIS SEGURANÇA

Novos agentes socioeducativos irão reforçar a segurança nas Unidades de Internação de Adolescentes

A capacitação iniciada nesta quarta-feira (1) incluirá instruções teóricas, treinamento operacional e estágio

quarta, 01 de setembro de 2021 às 17h45

164

Texto de Everton Dimoni

Fotos de Victor Lopes

A Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), por meio da Superintendência de Medidas Socioeducativas (Sumese), está capacitando cerca de 50 novos agentes que irão reforçar a segurança do Sistema Socioeducativo de Alagoas. O treinamento iniciou nesta quarta-feira (1) e terá duração de 15 dias, seguido por um estágio nas Unidades de Internação.

Segundo a superintendente de Medidas Socioeducativas, Denise Paranhos, além do treinamento operacional, ministrado pela equipe do Grupamento de Contenção, Gerência de Unidades e pela Coordenação Geral da Sumese, a instrução contemplará toda a parte legislativa concernente às especificidades do atendimento socioeducativo, incluindo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE).

“Com isso nós desmistificamos ideias antigas, de que a segurança no sistema socioeducativo precisa ser repressiva ou violenta; não é isso. A capacitação é uma oportunidade de mostrarmos que nosso trabalho aqui é comprometido com a educação e que nosso objetivo é resgatar o adolescente para que ele supere a condição de infrator e retorne à condição de cidadão para viver na sociedade dignamente”, explica.

A promotora de Justiça do Estado de Alagoas e titular da 12ª Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude, Marília Cerqueira, abriu o evento com uma exposição sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Na oportunidade, ela destacou a importância do agente socioeducativo conhecer a doutrina da proteção integral na garantia dos direitos para exercer a função com êxito.

“O jovem em cumprimento de medida socioeducativa está em uma situação de conflito com a lei, mas não é por isso que ele não tem seus direitos garantidos. Por isso salientamos que é importante que aqueles que estão ingressando no sistema socioeducativo entendam a dinâmica e o objetivo desse trabalho, que é reintegrar socialmente o adolescente ou o jovem através da educação. Nós acreditamos que esse retorno à sociedade é possível a todos, mas para isso precisamos trabalhar dentro da perspectiva correta”, enfatizou Marília Cerqueira.

O reforço na segurança é parte do plano de ação da Seprev para o fortalecimento da socioeducação em Alagoas, que já referência nacional, como ressalta o secretário executivo de Coordenação de Políticas de Prevenção à Violência, André Moita.

“Alagoas tem se destacado como modelo de atendimento socioeducativo. Esse reconhecimento é fruto dos esforços do Governo do Estado, que tem trabalhado e investido no aperfeiçoamento dos serviços oferecidos aos alagoanos, agora com mais uma ação que foi o aumento no quantitativo dos agentes para a segurança nas Unidades de Internação de Adolescentes”, disse.

Também participaram do evento a gerente de Desenvolvimento Integral da Sumese, Cássia Moreno, o coordenador geral de Segurança, coronel Bispo, o gerente de Unidades, Giorgy Gubbio, e a supervisora da Unidade de Internação Feminina, Samara Veluma.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias