Moradores realizam caminhada pela paz em Fernão Velho

Eles receberam informações sobre prevenção e acolhimento para dependentes químicos

sábado, 26 de abril de 2014 às 00h00

143

Ascom Sepaz

Os moradores do bairro de Fernão Velho, em Maceió, participaram de uma caminhada pela paz, na tarde deste sábado (26). Eles saíram da comunidade Goiabeira em direção à região central do bairro histórico por volta das 16h. Durante o trajeto, receberam material informativo sobre prevenção às drogas e obtenção de acolhimento gratuito para dependentes químicos.


Cerca de 600 pessoas participaram da manifestação, organizada pelas Igrejas Evangélicas, Católica e Associação de Moradores com apoio da Secretaria de Estado da Promoção da Paz (Sepaz) e do vereador Dudu Ronalsa.


Para o servidor público Március Wamberto, morador local, ações como essa devem ser constantes. “Toda a comunidade deve participar, se doar um pouco para estar aqui. Só podemos construir um todo com a participação de cada um”, afirmou Március, que estava acompanhado pela esposa e pelo filho.


Segundo um dos organizadores da caminhada, Laerte da Silva, o objetivo era chamar a atenção dos moradores e da juventude para os casos de violência que ocorrem no bairro e esclarecer que cada pessoa pode dar sua contribuição para que a paz aconteça.


“Já tinha a ideia de fazer essa passeata há alguns anos, pelo que eu observava na comunidade. Agora, com apoio da associação e das Igrejas, nós conseguimos. Outra coisa importante também foi chamar a atenção para os casos de dependência química que existem aqui”, informou.


Ao final da manifestação, o secretário de Estado da Promoção da Paz, Adalberon Sá Júnior, destacou que essa é a segunda vez este ano que a comunidade se mobiliza pela paz. “Quando a gente se une pela paz, isso não tem preço. Mas para que haja a paz é preciso haver mudança de cultura, de comportamento. Uma dessas mudanças é dizer não às drogas”, destacou o titular da Sepaz.


Foi o que fez o filho de dona Zuleide da Silva Nascimento, que também acompanhou a manifestação. Segundo ela, seu filho foi acolhido por uma das comunidades do projeto Acolhe Alagoas, da Sepaz, concluiu o tratamento e decidiu permanecer lá, onde trabalha como voluntário ajudando outros jovens a se livrar da dependência e a retomar o controle de suas vidas.


Em fevereiro deste ano, no evento Todos pela Paz, em Fernão Velho, os Anjos da Paz realizaram visitas domiciliares a 40 famílias para o atendimento a dependentes químicos, enquanto técnicos da Sepaz visitaram escolas do bairro e promoveram palestras de prevenção às drogas com o tema “Eu escolhi Viver”.


Últimas Notícias