SOCIOEDUCAÇÃO

Mês das mães é comemorado nas Unidades de Internação de Adolescentes

A programação buscou fortalecer os laços familiares e estimular nos adolescentes o pensamento de mudança

Everton Dimoni

quarta, 18 de maio de 2022 às 14h35

181

Texto de Everton Dimoni

Adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em Unidades de Internação de Alagoas puderam celebrar o mês das mães com uma programação especial preparada pela Superintendência de Medidas Socioeducativas (Sumese), que é coordenada pela Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev). A comemoração foi uma oportunidade de fortalecer os laços familiares e estimular nos adolescentes o pensamento de mudança.

Segundo o supervisor de Cultura, Esporte e Lazer da Seprev, Tiago Eric, a festividade das mães em 2022 marca o retorno da culminância de forma presencial, uma vez que os eventos coletivos foram suspensos por causa da pandemia e substituídos por oficinas alusivas às comemorações de maior evidência.

“Este ano estamos retomando a atividade com a presença efetiva das mães nas Unidades de Internação. Pensando nisso, tudo foi elaborado pelos próprios adolescentes. Eles confeccionaram as lembranças e estão participando ativamente com apresentações culturais, de música, de arte, de teatro, verdadeiramente protagonizando a programação”, disse.

O supervisor ressalta ainda que a celebração fortalece o programa pedagógico e a Medida Socioeducativa de forma geral ao provocar nos adolescentes a reflexão acerca da própria realidade.

“O fato de o adolescente estar comemorando uma data tão importante privado de liberdade faz com que floresça nele o desejo de seguir um projeto de vida diferente para que ele possa comemorar o próximo Dia das Mães em casa junto da família. O objetivo central desta festividade é fazer com que o adolescente em privação de liberdade reflita acerca das perdas ocasionadas pelas más escolhas e estimular a transformação pessoal”, enfatizou.

Para o superintendente de Medidas Socioeducativas, Otávio Rêgo, a semana festiva demonstra o novo modelo de gestão da Medidas Socioeducativas em Alagoas.

“Esse tipo de atividade, que aproxima os adolescentes do ciclo familiar, representa uma quebra de paradigmas na Medida Socioeducativa em nosso estado, que tem inovado a cada dia na forma de atenção aos adolescentes em conflito com a lei. Este projeto inclui um cronograma de atividades pedagógicas, de cultura, de esporte e de lazer, além da capacitação profissional dos socioeducandos para o mercado de trabalho”, afirmou o superintendente.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias