Governo do Estado fortalece a prevenção à violência em Alagoas

Integração e articulação entre as Secretarias viabiliza uma política pública efetiva de precaução à criminalidade

quarta, 25 de novembro de 2015 às 00h00

86

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), realizou, nesta quarta-feira (18), o I Seminário Alagoas nos Rumos da Prevenção. O evento, que aconteceu no hotel Radisson, em Maceió, marca a nova política estadual de prevenção que vai se articular com várias secretarias de Estado para centralizar ações estratégicas de precaução à criminalidade e controle social nos territórios de maior vulnerabilidade.

A solenidade de abertura contou com a presença do titular da Seprev, Jardel Aderico, do secretário do Trabalho e Emprego, Rafael Brito, que representou o governador Renan Filho no evento, além do representante do escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes, Rafael Franzini, do deputado estadual, Carimbão Júnior, da prefeita de Arapiraca, Célia Rocha e do dirigente do Movimento de Humanização das Grotas, Robson Lima.

O Seminário é considerado o primeiro trabalho de difusão do decreto, que será assinado pelo governador Renan Filho e que institui a política estadual de prevenção à violência. De acordo com o secretário Jardel Aderico, é preciso unir todos os esforços para uma ação ampla e efetiva no tocante ao tema. “É necessário confirmar uma lógica muito conhecida: tecer uma nova política de prevenção, um novo jeito de cuidar das pessoas. Traçar metodologias coletivas para gerar política de prevenção com olhar mais humanizado”, pontuou.

Para Aderico a nova política precisa seguir os passos de uma consciência que gera sentido. “Nosso cérebro contém informação, mas também interpreta e produz sentidos. Peço para que todos os envolvidos mergulhem nesse trabalho tão importante”, emendou.

O secretário do Trabalho e Emprego, Rafael Brito, disse que a prevenção é dos pontos centrais do Governo de Alagoas. “Quando há prevenção, não é necessário a repressão. É a inteligência vencendo a violência. A sociedade também pode e deve fazer tudo que estiver ao seu alcance para se antecipar e evitar a violência. O Estado está aqui para incentivar e ajudar a prevenir. É uma via de mão dupla, uma complementa a outra”, destacou, ao ler a mensagem enviada pelo governador Renan Filho.

Para o líder do Movimento de Humanização das Grotas, Robson Lima, é a primeira vez que ações dessa natureza conseguem tomar dimensões animadoras para o Estado. “Pela primeira vez um governo reconheceu que grotas existem. Quando ouvi os jovens do Pelotão Mirim do 3º Batalhão da Polícia Militar cantando o hino nacional fiquei aqui pensando nos jovens das grotas que muitas vezes não têm oportunidades, mas essa realidade vai mudar”, disse a liderança logo após a apresentação do Pelotão Mirim.

A prefeita de Arapiraca, Célia Rocha, destacou a importância do trabalho em conjunto em busca de soluções inteligentes relacionadas à prevenção. “Que bom que o governador Renan Filho teve a sensibilidade de compreender que a prevenção precisa se propagar para todo o Estado. Essa sinergia entre as secretarias e a sociedade civil é primordial para que as ações aconteçam de forma efetiva. Colocamo-nos a disposição para seguir os caminhos e trabalhar entendendo que cada um de nós podemos e devemos fazer uma ação séria de prevenção em Alagoas”, enfatizou.

A abertura do Seminário teve a presença de vários secretários de Estado, da Polícia Militar, de movimentos sociais e da sociedade civil. O evento prosseguiu com as palestras do professor João Roberto Araújo com o tema: Aspectos Gerais sobre o fenômeno da violência e do  representante da Nações Unidas, Rafael Franzini-Batlle, com o tema Estratégias de Integração de Boas Práticas para a América do Sul.


Últimas Notícias