FORMAÇÃO CONTINUADA

Escola de Conselhos forma 1º turma do Núcleo Básico de Socioeducação

Formação continuada contemplou 90 profissionais em sua primeira edição

Everton Dimoni

quinta, 10 de novembro de 2022 às 16h30

321

Vitor Beltrão

Texto de Everton Dimoni

Fotos de Vitor Beltrão

A Escola de Conselhos de Alagoas, equipamento da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), formou, nesta quinta-feira (10), a primeira turma do Núcleo Básico da Escola Estadual de Socioeducação. A formação continuada contemplou 90 profissionais, de vários municípios de Alagoas, que atuam diretamente na Medida Socioeducativa em meio aberto, restritivo ou privativo de liberdade.

O professor Leonardo Araújo, coordenador do curso, explica que a capacitação foi ministrada por professores, mestres, doutorandos e especialistas com trabalhos relevantes desenvolvidos na área. Ele afirma que a instrução irá refletir diretamente na atuação dos profissionais dentro das unidades de internação e demais áreas de atendimento.

“A proposta é capacitar de forma continuada todos os profissionais que atuam diretamente na medida socioeducativa, como psicólogos, assistentes sociais, advogados, nutricionistas, agentes, monitores, entre outros, para que eles entendam de forma aprofundada o que é a medida socioeducativa e como ela deve ser aplicada. É uma capacitação completa e intensa no sentido de buscar um atendimento de excelência e o êxito no processo de ressocialização”, afirma o coordenador.

A assistente social Janaína Gaudino e o psicólogo Carlos Inácio, que atuam no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) de Teotônio Vilela, participaram da primeira turma do Núcleo Básico de Socioeducação. Para eles, o curso é uma oportunidade de alinhar a teoria à prática, compreendendo a complexidade do sistema socioeducativo e a articulação dos demais atores do sistema de garantia de direitos.

“O aprendizado contínuo é necessário e foi de grande valia para toda a equipe, uma vez que compartilharemos com nossos colegas e com a comunidade tudo o que foi vivenciado aqui. Trabalhar no social é um desafio constante, e participar dessa turma foi um privilégio para ampliar conhecimentos e fortalecer nossa construção enquanto pessoa e enquanto profissional”, avaliou Janaína Gaudino.

O curso incluiu encontros presenciais realizados na Escola de Conselhos, em Maceió, e conteúdos complementares que foram disponibilizados virtualmente para impulsionar a participação dos discentes no aprendizado.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias