SOCIOEDUCAÇÃO

Encontro interinstitucional aborda medidas socioeducativas em meio aberto

Promovido pela Secretaria de Prevenção à Violência, o evento reuniu técnicos de vários municípios da Região Metropolitana de Maceió

Everton Dimoni

quinta, 25 de abril de 2024 às 14h45

41

Everton Dimoni

Texto e fotos de Everton Dimoni

A Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) realizou, nesta quinta-feira (25), o 1º Encontro Interinstitucional de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto e Extensão de Medida. O evento reuniu técnicos da assistência social de vários municípios da Região Metropolitana de Maceió e oportunizou um debate aprofundado sobre as práticas eficazes e os desafios enfrentados no fortalecimento dessas medidas.

Atualmente, o Governo do Estado conta com um programa de acompanhamento de egressos do Sistema Socioeducativo, o Pega a Visão, que tem como objetivo a plena reinserção social e familiar deste público. A coordenadora do programa, Samylla Gouveia, explica que o encontro fomenta a interlocução entre as políticas públicas, visando o aperfeiçoamento contínuo do atendimento aos adolescentes que retornam aos seus municípios para cumprir a medida em meio aberto.

“A nossa equipe técnica precisa cada vez mais estar conversando com os municípios e abrir portas para o adolescente enquanto ele estiver inserido na medida socioeducativa. O evento de hoje contemplou os municípios que fazem parte da Região Metropolitana e nosso objetivo é trazer os 102 municípios alagoanos que executam essa medida de proteção em nosso estado”, explicou Samylla Gouveia.

No encontro foram abordados temas como a importância da integração entre as instituições envolvidas, a necessidade de uma abordagem multidisciplinar e a busca por alternativas que contribuam para a ressocialização dos adolescentes e jovens adultos em conflito com a lei.

Para o superintendente de Medidas Socioeducativas da Seprev, Otávio Rego, o diálogo entre as pastas é fundamental para o aprimoramento das políticas públicas voltadas para a socioeducação. "O trabalho integrado é de extrema importância para todos os envolvidos. Foram abordadas questões relacionadas à aplicação das medidas socioeducativas, como a reinserção familiar, a educação e o mercado de trabalho para esses jovens, bem como a prevenção à reincidência infracional, que é um dos principais objetivos do nosso trabalho”, afirmou o superintendente.

Otávio Rego destacou ainda a importância de promover novos encontros e ações colaborativas. “Com isso estamos garantindo o acompanhamento efetivo e humanizado aos adolescentes assistidos pelo Estado”, finalizou.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias