CIDADANIA

Casa de Direitos de Maceió atende 4.447 pessoas após retorno do atendimento presencial

O equipamento é referência na promoção da cidadania em Alagoas

sexta, 15 de outubro de 2021 às 10h45

214

Texto de Everton Dimoni

Fotos de Vítor Beltrão
 

A Casa de Direitos de Maceió, pioneira no estado de Alagoas, tem se consagrado ano após ano como referência em serviços de promoção da cidadania. Localizado na Praça do Mirante do Jacintinho, o equipamento já somou mais de 4.447 atendimentos prestados à população desde o retorno das atividades presenciais, em maio de 2021.

De acordo com a coordenadora da Casa de Direitos, Wayra Nunes, o equipamento iniciou suas atividades objetivando promover a inclusão social de moradores do Jacintinho e adjacências, mas sobressaltou as expectativas iniciais e, hoje, o atendimento é voltado para todo território alagoano. Após um período de suspensão por causa da pandemia, a Casa voltou a abrir as portas para a população e tem recebido um público crescente em todos os seus núcleos.

“Desde que reabrimos as portas, percebemos a grande procura de pessoas de todo o estado pelos serviços ofertados, e a cada mês os números aumentam. Contamos com um leque de serviços que levam cidadania à população e oferecemos um atendimento humanizado que tem facilitado a vida dos cidadãos e beneficiado principalmente os mais vulneráveis”, explica Wayra.

No local, são ofertados serviços como Emissão de RG, Mediação de Conflitos, Consulta Processual, Orientações Jurídicas, Atendimento do Tribunal de Justiça de Alagoas e da Defensoria Pública Estadual. A Casa de Direitos conta ainda com um Núcleo do Projeto Cidadão Legal, que auxilia na emissão de mais de 20 documentos; o Núcleo de Atendimento ao Trabalhador (NAT), responsável pela assistência a profissionais através do amparo multidisciplinar; e com o Núcleo de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência.

“A sociedade de um modo geral tem a necessidade do atendimento presencial e a Casa de Direitos está aqui para isso, para servir ao cidadão alagoano no que estiver ao nosso alcance”, disse a coordenadora.

Para a professora Telma Lúcia, além da proximidade com a população, a Casa de Direitos se destaca pela possibilidade de resolver vários problemas em um só lugar. “Aqui eu tirei a segunda via do meu RG e ainda pude emitir o cartão de passagem de ônibus”, disse.

A Casa de Direitos de Maceió funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e fica localizada na praça do Mirante do Jacintinho, em Maceió.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias