Alagoas vai sediar seminário nordestino de políticas sobre drogas e sistema de justiça

O evento será uma parceria entre Sepaz, Senad, Ministério da Justiça e Universidade de São Paulo (USP)

quarta, 07 de maio de 2014 às 00h00

152

Mariana Lima

 

Em junho, Alagoas vai sediar o Seminário Regional de Políticas sobre Drogas e Boas Práticas no Sistema de Justiça, reunindo magistrados, operadores do Direito e servidores das áreas de atenção psicossocial e de segurança de todo o Nordeste para discutir e facilitar o trabalho junto a usuários de drogas.

A definição partiu de reunião realizada em Brasília, nesta terça-feira (06), entre o secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Vitore Maximiano, e o secretário de Promoção da Paz de Alagoas, Adalberon Sá Júnior. O evento será uma parceria entre Sepaz, Senad, Ministério da Justiça e Universidade de São Paulo (USP).  

“Este seminário acontece em todo país, discutindo com os profissionais de cada região de acordo com sua realidade. Trazer a realização da etapa Nordeste para Alagoas proporciona uma facilitação na troca de experiências entre nossos profissionais e os demais profissionais nordestinos, permitindo o avanço na atenção ao dependente químico enquanto prevenção social da violência”, explica Adalberon.

O objetivo do seminário regional é a troca de experiências entre gestores de saúde, equipes multidisciplinares de Juizados Especiais Criminais e das Varas de Infância e da Juventude, identificando boas práticas para facilitar o trabalho junto a usuários de drogas.

Proposta e público alvo

O Seminário Regional de Políticas sobre Drogas e Boas Práticas no Sistema de Justiça tem por objetivo construir soluções interdisciplinares para lidar com os aspectos legais e psicossociais do uso de drogas, em acordo com a Política Nacional sobre Drogas, especialmente o plano “Crack é possível vencer”, e os Provimentos nºs 4 e 9 do Conselho Nacional de Justiça, que definem medidas para o bom desempenho da atividade judiciária na implantação das ações de atenção e reinserção social de usuários ou dependentes de drogas.

O evento é direcionado a operadores do direito da região Nordeste – juízes, promotores, defensores, conciliadores e advogados –, profissionais da área de atenção psicossocial – assistentes sociais, pedagogos, psicólogos – e de segurança pública.


Últimas Notícias