EM PILAR

Alagoas terá nova Unidade de Internação Provisória de Adolescentes

Segundo a Seprev, a entrega do novo prédio está prevista para o mês de outubro

Texto de Victor Brasil

sexta, 16 de julho de 2021 às 11h10

262

Fotos de Vitor Beltrão

Texto de Victor Brasil

Fotos de Vitor Beltrão

O Sistema Socioeducativo de Alagoas ganhará mais uma Unidade de Internação Provisória de Adolescentes. O novo equipamento, que consta no Plano de Investimentos do Governo de Alagoas, ficará localizado no município de Pilar, na Região Metropolitana de Maceió.

O secretário de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), Kelmann Vieira, visitou, nesta quinta-feira (15), as obras de reforma do prédio onde funcionará a nova unidade. A inauguração, segundo ele, está prevista para o mês de outubro.

“Desde o início do seu mandato, o governador Renan Filho trata o fortalecimento do Sistema Socioeducativo como prioridade. Ele dobrou a quantidade de vagas com a inauguração de diversas unidades de internação. Esta nova unidade provisória vai ampliar ainda mais a capacidade de Alagoas no acolhimento dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas”, enfatizou Kelmann Vieira.

A nova Unidade irá dispor de três blocos de oito alojamentos cada, sala de aula, sede administrativa, quadra poliesportiva e espaço para os agentes socioeducativos.

“A prioridade é dispor de um local adequado para a socioeducação, priorizando sobretudo a reinserção social destes adolescentes. Vamos seguir fortalecendo ainda mais este sistema que já é referência para o Brasil”, disse o secretário Kelmann.

Além da Unidade de Internação Provisória de Pilar, o Governo de Alagoas, por meio da Seprev, vai inaugurar em setembro mais uma Unidade de Internação de Jovens Adultos, no bairro do Tabuleiro dos Martins.

Estado dobra o número de vagas

No início da atual gestão, em 2015, as unidades de internação atendiam 192 adolescentes, embora sua capacidade fosse para 115. Atualmente, após a entrega de novas unidades, o Sistema Socioeducativo de Alagoas dispõe de 351 vagas, das quais apenas 199 estão preenchidas.

“Alagoas saiu de um cenário de superlotação que assombrava a população e a mídia local e nacional. Foi uma evolução de mais de 100% na quantidade de vagas em pouco mais de um ano de gestão. E com as duas novas Unidades que vamos entregar este ano, este número vai crescer ainda mais”, destacou Kelmann Vieira.

Imagens do Álbum


Últimas Notícias