SISTEMA SOCIOEDUCATIVO

33% dos socioeducandos de Alagoas estão contratados como Jovem Aprendiz

Eles estão inseridos em um programa de aprendizagem proporcionado por meio de uma parceria entre Seprev, MPT e MPE/AL

Victor Brasil

segunda, 15 de maio de 2023 às 13h20

378

Vitor Beltrão

Cinquenta adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em Alagoas já assinaram contrato de trabalho e estão inseridos em um programa de Jovem Aprendiz. Este número representa 33% do total de socioeducandos sob a tutela do Estado e que se encontram cumprindo medida de internação ou semiliberdade.

A iniciativa pioneira é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), por meio da Superintendência de Medidas Socioeducativas (Sumese), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público Estadual (MPE/AL).

Além da carteira de trabalho assinada, os socioeducandos estão participando de cursos de profissionalização do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Nesta segunda-feira (15), foi dada a largada para mais uma turma do curso de aprendizagem industrial, ofertado pela empresa MKS Soluções Integradas, que contratou os novos socioeducandos. Esta é a terceira turma de jovens aprendizes em formação dentro do Sistema Socioeducativo.

O superintendente da Sumese, Otávio Rêgo, destaca a importância das parcerias para a concretização desse projeto. “Somos gratos pelo apoio do MPT e do MPE, pois são eles quem articulam e quem fazem com que as empresas ofertem essas capacitações e as vagas de trabalho. Estamos hoje com uma rede muito bem estruturada e com os mesmos objetivos”, disse.

Angela Maria, mãe de um dos socioeducandos beneficiados pelo projeto, disse que esta é uma oportunidade que sabe que seu filho não vai desperdiçar. “Ele está gostando muito, aprendendo muito e quer seguir em frente”, disse.

A aula inaugural desta segunda-feira (15) contou ainda com a presença dos representantes do Senai, Welton Barbosa, Thamisia Barros, Jamerson Nubes e da promotora de justiça Marilia Cerqueira, que representou o MPE/AL.


Últimas Notícias