Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 Janeiro Seprev inicia curso de auxiliar administrativo para pessoas surdas
23/01/2019 - 16h27m

Seprev inicia curso de auxiliar administrativo para pessoas surdas

Turma conta com uma intérprete em Libras para jovens matriculados no curso ofertado pela Casa de Direitos

Seprev inicia curso de auxiliar administrativo para pessoas surdas

Texto e fotos de Daniel Dabasi

Os já conhecidos cursos de capacitação ofertados pela Casa de Direitos, coordenada pela Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), ganham contornos ainda mais inclusivos. É que iniciou nesta quarta-feira (23) a turma do curso de auxiliar administrativo com a disponibilização de uma intérprete em Libras.

A turma formada por 62 alunos possui matriculados seis jovens surdos, que recebem atenção da professora intérprete em Libras, Cláudia Correia do Nascimento, do Centro de Atendimento a Surdez Joelina Cerqueira (CAS).

A iniciativa partiu da idealização do Núcleo de Apoio à Pessoa com Deficiência, que funciona na Casa de Direitos, situada no Mirante do Jacintinho, com intuito de ampliar a inclusão de pessoas que tenham qualquer tipo de deficiência física em ações executadas pelo órgão.

Para a estudante Rayhane Maria Colandrine Souza, de 27 anos, essa é uma oportunidade que a ajudará a ingressar no mercado de trabalho. “A disponibilização de um intérprete é de extrema importância para que possamos nos capacitar de forma adequada. Eles facilitam o acesso ao conhecimento, que por sua vez, abre portas para o mercado de trabalho”, explicou Rayhane Maria, que teve sua fala traduzida pela intérprete.

inclusao_cd

A jovem Cleciane Gonçalves Nascimento, de 21 anos, também resolveu aproveitar a oportunidade para se capacitar. Para ela, a atitude reforça a necessidade de toda a sociedade garantir os direitos da pessoa com deficiência.

“É importante que o acesso aconteça em todos os lugares, com as pessoas, com as instituições, com o mercado de trabalho. Isso garante nosso direito”, reforçou Cleciane.

O superintendente de Prevenção à Violência e Promoção da Cidadania da Seprev, Thomas Arthur, enfatiza que a ideia do Núcleo é atender as demandas desse público específico e oferecer condições de acesso a todos os serviços ofertados pela Casa de Direitos e demais órgãos públicos.

“Aqui é a Casa de Direitos, o nome diz tudo. Trabalhamos para garantir direitos. Asseguramos e a promovemos, em condições de igualdade, o exercício dos direitos, visando sempre à inclusão social e à cidadania”, destacou Thomas, ao ressaltar que sempre que houver demanda, o equipamento disponibilizará intérprete em Libras.

inclusao_cd2

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

null

Portal da Transparência