Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 Janeiro Campanha alerta sobre perigo de fazer piadas com dependência química
21/01/2019 - 16h40m

Campanha alerta sobre perigo de fazer piadas com dependência química

Criada pela Seprev, ação digital visa combater prática de expor dependentes químicos ao compartilhar fotos e memes nas redes sociais

Campanha alerta sobre perigo de fazer piadas com dependência química

Texto de Victor Brasil

Foto de Daniel Dabasi

Quem tem perfil em alguma das principais redes sociais, já se deparou com os chamados memes – fotos com conotação de piada compartilhadas virtualmente. Em período de festas, feriados e finais de semana essa prática está muito associada ao consumo de bebidas alcoólicas, quase sempre fazendo alguma referência a pessoas com dependência química.

Essa prática poderia até ser engraçada, se a dependência química não fosse uma doença crônica, que agride profundamente a vida e a saúde física, emocional e psíquica da pessoa e de seus familiares. Por isso, a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) lançou, nesta segunda-feira (21), a campanha digital “Dependência Química Não é Piada”, para combater este tipo de agressão ao dependente químico.

Segundo a psicóloga da Superintendência de Políticas sobre Drogas da Seprev, Julyanna Lima, as pessoas precisam entender que dependência química é um transtorno psiquiátrico e que afeta a vida das pessoas e ter este quadro exposto de forma irônica pode, inclusive, atrapalhar o tratamento. “A chacota e as brincadeiras carregadas de preconceitos feitas pela sociedade poderão aumentar ainda mais o quadro da dependência, não só da pessoa que está sendo exposta, mas também de outras que se encontram naquela mesma situação”, explicou.

“Esta prática de compartilhar piadas e memes é considerada uma forma de bullying. Fazer isso é desumano, cruel, e pode fazer com que essas pessoas tenham vergonha de assumir o seu problema, além de que pode fazer com que elas desacreditem e não procurem por tratamento”, completou a psicóloga Julyanna Lima.

O Bullying se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas e exercido por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa, sem que esta tenha a possibilidade ou capacidade de se defender.

Os memes das redes sociais são considerados Cyberbullying, um bullying virtual ainda mais difícil de ser esquecido ou abafado, aumentando o número de agressores.

A campanha “Dependência Química Não é Piada” pode ser conferida nos perfis da Seprev, tanto no Facebook (Seprev Alagoas), quanto no Instagram (@seprev.alagoas).

campanhadigi

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

null

Portal da Transparência