Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 Fevereiro Seprev alerta sobre os cuidados com crianças e adolescentes na internet
05/02/2019 - 16h25m

Seprev alerta sobre os cuidados com crianças e adolescentes na internet

Com dicas de como manter um ambiente online mais positivo, técnica faz um apelo em homenagem ao Dia Mundial da Internet Segura

Seprev alerta sobre os cuidados com crianças e adolescentes na internet

Texto de Victor Brasil

Foto de Vitor Beltrão

A internet é um dos maiores avanços da humanidade. Encurta as distâncias, economiza o tempo e conecta as pessoas. Além disso, contribui com o compartilhamento de informação, com a construção de conhecimento e com a produção de conteúdo. Facilita a comunicação, o lazer e o entretenimento.

Esta terça-feira (5) é o Dia Mundial da Internet Segura. Criada pela Rede Insafe, na Europa, a data tem o objetivo de envolver e unir os diferentes atores, públicos e privados, na promoção de atividades de conscientização em torno do uso seguro, ético e responsável da internet. São mais de 140 países que aderem à causa, inclusive o Brasil. Em Alagoas, a Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev) não fica de fora e alerta a sociedade sobre os transtornos que a falta de cuidados pode trazer.

É preciso estar atento ao que está sendo publicado na internet, assim como ter cuidado ao acessar links desconhecidos, visto que fraudes e crimes virtuais são cada dia mais recorrentes no mundo on-line.

Cuidado redobrado com crianças e adolescentes

Estar on-line já faz parte da rotina das crianças e dos adolescentes que nasceram neste mundo digital. Segundo uma pesquisa do Comitê Gestor da Internet (CGI), cerca de 25 milhões de crianças e adolescentes no Brasil tiveram acesso à internet em 2017. Porém, ainda que esses jovens tenham muitas habilidades no uso de ferramentas tecnológicas, nem todos têm consciência das responsabilidades e dos riscos que isso pode trazer.

Para a supervisora de Planejamento e Articulação Intersetorial da Política da Criança e do Adolescente da Seprev, Adriana Oliveira, “é preciso supervisionar o que o filho está fazendo na internet, estabelecer um limite de uso e acompanhar a vida social dele on-line. Assim como os pais se preocupam com os amigos da vida offline da criança e do adolescente, devem se preocupar com os amigos virtuais”. 

Dentre outras dicas, Adriana Oliveira, destaca que os pais precisam ainda envolver-se nas atividades online das crianças desde cedo, definir regras básicas sobre o que pode e não pode fazer online e explicar as razões de cada uma delas, incentivar os filhos a prestar atenção aos ajustes de privacidade nas redes sociais, dentre outras.

“Os pais precisam alertá-las sobre os perigos e trocar informações diariamente, garantindo, sobretudo, uma proximidade com seus filhos”, completou Adriana Oliveira.

Para ampliar ainda mais este tema, a Seprev, por meio da Superintendência da Criança e do Adolescente, realiza três seminários sobre Internet Segura ainda este mês, sendo em Maceió, Piranhas e Limoeiro de Anadia.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

null

Portal da Transparência