Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 Setembro Servidora vai receber honraria por trabalho dedicado a socioeducandas
29/09/2017 - 12h55m

Servidora vai receber honraria por trabalho dedicado a socioeducandas

Samara Veluma é exemplo de dedicação e responsabilidade dentro da Seprev

Servidora vai receber honraria por trabalho dedicado a socioeducandas
Texto de Vitor Beltrão

O Governo de Alagoas, desde 2008, premia os servidores efetivos do Estado que se destacam em seus respectivos campos de trabalho. A Medalha do Mérito Silvio Carlos Luna Vianna é um dos eventos mais esperados do ano por todos os servidores públicos, em especial a servidora Samara Veluma, da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), que foi uma das selecionadas para receber o prêmio.

 

Há 11 anos, Samara ingressava como servidora pública em Alagoas e sonhava um dia ser reconhecida pelo seu trabalho. Advogada de profissão, foi aprovada em concurso público e ocupou por oito anos o cargo de agente penitenciária na Secretaria de Estado de Ressocialização Social (Seris).

 

Em abril de 2014, após visita do então ministro Joaquim Barbosa, aconteceram algumas mudanças na gestão da pasta e Samara foi convidada para assumir a Supervisão da Unidade de Internação Feminina (UIF), pois já desempenhava também a função de gestão do presídio feminino Santa Luzia. No mesmo ano, em busca de aprimoramento na área em que atuava, pós graduou-se em Gestão Penitenciária, cuja especialização ajudou a entender melhor o universo da garantia dos direitos e da cidadania.


Em pouco tempo se destacou e assumiu o controle da Unidade, em virtude dos projetos de humanização, um modelo arrojado baseado no respeito e dignidade ao próximo.


“Criamos uma afinidade muito grande, a UIF é uma verdadeira família e a Samara é o norte e a base desta família. Trabalhar com ela é muito bom e gratificante”, disse a assistente social da UIF, Luise Lima.

 

A Unidade é coordenada pela Seprev e possui 34 vagas para adolescentes, uma quadra de vôlei de areia, um playground e quatro salas de aula. A unidade é a primeira repartição exclusiva para meninas em Alagoas.

 

Para a servidora, o universo da mulher é diferente e os motivos que levam as adolescentes para a unidade estão relacionadas à passionalidade feminina, que, além do afastamento do convívio social, enfrentam o abandono dos companheiros e até mesmo da própria família. “É por isso que a família UIF é formada por pessoas que trabalham com muito amor, engajamento e comprometimento. Ter este trabalho reconhecido não é uma conquista apenas minha, mas de todas as pessoas que fazem parte disso tudo”, enfatizou.

 

“Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar, mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota”, completou Samara, ao destacar a persistência de toda equipe em fazer o melhor pelas adolescentes que cumprem medidas socioeducativas. 

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

Portal da Transparência