Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2014 Novembro Famílias de dependentes químicos recebem acompanhamento e terapia no Acolhe Alagoas
19/11/2014 - 16h59m

Famílias de dependentes químicos recebem acompanhamento e terapia no Acolhe Alagoas

Encontros semanais com psicólogos orientam sobre a codependência e o fortalecimento do processo de recuperação

Famílias de dependentes químicos recebem acompanhamento e terapia no Acolhe Alagoas

Reuniões acontecem no Centro de Acolhimento de Maceió

Jackson Santos

O projeto Acolhe Alagoas não atua apenas na recuperação do dependente químico, mas também realiza semanalmente encontros com familiares de acolhidos e ex-acolhidos, para que eles saibam lidar melhor com a dependência e estejam preparados para a reinserção familiar e social após o período de acolhimento. A iniciativa recebeu o nome de Família Viva e tem por objetivo repassar orientações sobre a codependência.

Os encontros são coordenados por psicólogos da Secretaria de Estado de Promoção da Paz, através da Superintendência de Políticas sobre Drogas. Ocorrem na sede do Centro de Acolhimento, na Avenida Tomás Espíndola, no Farol, em vários horários, para facilitar a participação:

terça-feira, das 19h às 21h; 

quarta-feira, das 15h às 17h;

quinta-feira, das 9h às 11h. 

Já às segundas-feiras, das 19h às 21h, as reuniões do Família Viva são direcionadas aos pós-acolhidos que estão em processo de reinserção social, ou seja, àquelas pessoas que já passaram por alguma das comunidades acolhedoras e concluíram o processo terapêutico.

Nas reuniões, os participantes podem expor suas experiências, queixas e angústias e, de forma dinâmica, psicólogos e demais membros do grupo realizam intervenções que podem ajudar na solução dos conflitos apresentados.

“A intervenção ajuda na diminuição de angústias e também na sensibilização dos familiares quanto ao aspecto emocional que envolve toda a movimentação de uma família com problemas de dependência química”, explica Danilo Della Justina, psicólogo responsável pelo Família Viva.

“A família tem que estar preparada para lidar com essa situação. Por isso as reuniões são de extrema importância, pois o problema das drogas não é particular do dependente, e sim de toda a família”, explica Luan Gama, superintendente de Políticas sobre Drogas da Sepaz.

Mais informações sobre o Família Viva podem ser obtidas pelos telefones 0800-280-9390 e 3315-1913, das 8h às 17h.

 

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

Portal da Transparência