Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2014 Novembro Dirigentes de comunidades participam de cursos de elaboração de projetos e prestação de contas
25/11/2014 - 18h05m

Dirigentes de comunidades participam de cursos de elaboração de projetos e prestação de contas

Capacitações são necessidades apontadas pelos próprios gestores das comunidades acolhedoras

Dirigentes de comunidades participam de cursos de elaboração de projetos e prestação de contas

Gestores de comunidades acolhedoras participam de curso (foto: Ascom/Cenfap)

Ascom Sepaz
Goretti Lima (Ascom Cenfap)


Dirigentes de comunidades terapêuticas apoiadas pelo Projeto Acolhe Alagoas participam, esta semana (24 a 28/11), de cursos de elaboração de projetos e prestação de contas.


A capacitação é promovida pelo Centro de Formação, Assessoria e Pesquisa Santa Maria Madalena (Cenfap), que atua no monitoramento das ações desenvolvidas pelo Acolhe Alagoas nas comunidades assistidas pelo governo, por meio da Secretaria de Estado da Promoção da Paz (Sepaz). 


“Os cursos são básicos e foram elaborados a partir das necessidades apresentadas nas oficinas que realizamos mensalmente com os coordenadores e presidentes das comunidades”, afirma a diretora acadêmica do Cenfap, professora Idabel Nascimento da Silva.


“Com essas capacitações, os gestores das comunidades acolhedoras poderão aprimorar a aplicação dos recursos que recebem dos governos estadual e federal para manutenção das vagas do projeto Acolhe Alagoas”, informou o superintendente de Políticas sobre Drogas da Sepaz, Luan Gama.


De acordo com a professora Idabel, no curso de Elaboração de Projetos, que acontece até quarta-feira, dia 25, os dirigentes receberão orientações que irão permitir a eles uma maior autonomia na captação de recursos junto a organismos federais e até internacionais para projetos desenvolvidos e orientados por técnicos, a exemplo de psicólogos, assistentes sociais, esporterapeutas, arteterapeutas, entre outros que atuam nas comunidades, para atender aos adictos residentes em tratamento.


“As comunidades poderão, dessa forma, garantir a sistematização dos projetos já desenvolvidos, como também outros que venham a surgir, com autonomia financeira para transformá-los em ações permanentes”, explica. 


Já o curso de Prestação de Contas, a ser realizado na quinta e sexta-feira (27 e 28/11) nasceu da necessidade de as comunidades aprenderem a lidar com recursos, no âmbito da administração financeira, que recebem anualmente dos governos estadual e federal.


Segundo o contador Tasso Farias, a proposta do curso é orientar, dirigir e controlar os esforços das comunidades na busca de objetivos comuns. “Vamos passar ensinamentos sobre a natureza e confecção dos processos administrativos, indispensáveis para viabilizar a continuidade e o avanço de projetos nas comunidades, que incluem planejamento, organização, reunião de recursos, direção e controle, além de mecanismos que otimizam a política de recursos humanos, como critérios para recrutamento e seleção de pessoal, fluxo de caixa, confecção de folha de pagamento, entre outras demandas”, acrescenta o contador.


O curso ainda vai abordar uma série de procedimentos atribuídos aos cargos de direção, a exemplo de procedimentos, treinamento, motivação, coordenação, manutenção de ordem hierárquica e disciplinar e envolve, ainda, processos de tomada de decisão, de correção de planos, de organização e supervisão de trabalhos.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

Portal da Transparência