Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2014 Novembro Ações do programa Família Viva são apresentadas durante Seminário na cidade de Coruripe
26/11/2014 - 20h55m

Ações do programa Família Viva são apresentadas durante Seminário na cidade de Coruripe

Iniciativa fornece atenção profissional às famílias dos dependentes químicos

Ações do programa Família Viva são apresentadas durante Seminário na cidade de Coruripe

Foto: Secom/Coruripe

Jackson Santos

 

 

As ações do programa “Família Viva”, da Secretaria de Estado da Promoção da Paz (Sepaz), foram apresentadas na manhã desta quarta feira (26), na cidade de Coruripe, durante o seminário “Quando a família chega perto, a droga fica longe”, promovido pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

 

O seminário debateu a importância e o papel da família nas ações de combate e prevenção ao uso de drogas e a importância das políticas públicas de assistência social frente aos altos índices de dependência química registrados na cidade.

 

A família tem que estar preparada para lidar com a situação das drogas, pois é comum que ela adoeça junto, numa relação de codependência. Pensando nesta relação, a Sepaz, por meio do projeto Acolhe Alagoas, promove o programa Família Viva, que fornece atenção profissional às famílias dos dependentes químicos e daqueles que apresentam situação de vulnerabilidade social. Para isso, são criados grupos terapêuticos, mostrando que o problema das drogas não é particular do dependente, e sim de toda a família.

 

“Muitas vezes a família acha que está ajudando na recuperação quando paga a dívida dos filhos ou dá o dinheiro para que eles comprem a droga, evitando que roubem, mas na verdade está atrasando todo o processo, pois está se tornando facilitadora, e isso é prejudicial, pois a família deve entender que a dependência é uma doença que precisa de tratamento e que sua degradação não é normal. A família não deve se anular, mas sim procurar ajuda, pois só o tratamento é que resolve,” explica Danilo Della Justina, psicólogo responsável pelo programa Família Viva.

 

Durante o seminário em Coruripe, o prefeito da cidade, Joaquim Beltrão, ressaltou a importância dos programas sociais adotados pelo município através da Secretaria Municipal de Assistência Social, a exemplo dos Centros de Referência Especializada em Assistência Social (CREAS).

 

A secretária de Assistência Social, Verônica Rocha, apresentou as ações desenvolvidas pela pasta no combate às drogas e à criminalidade, como o programa que acompanha as mães dos dependentes químicos, por meio das equipes de referência, que são compostas por psicólogos e assistentes sociais, e permanentemente realizam palestras educativas e preventivas para a sociedade. “Nosso grande objetivo é fortalecer nossa rede de assistência nos segmentos de Educação, Cultura, Esporte, Saúde e Conselho Antidrogas,” afirmou Verônica.

Programa Família Viva

 

As reuniões do programa Família Viva ocorrem na sede do Centro de Acolhimento, na avenida Tomás Espíndola, no bairro do Farol, em diversos horários para facilitar a participação. Os atendimentos acontecem às terças-feiras (das 19h às 21h), quartas-feiras (das 15h às 17h) e quintas-feiras (das 9h às 11h).

 

Já às segundas-feiras, das 19h às 21h, as reuniões são direcionadas aos pós-acolhidos que estão em processo de reinserção social, ou seja, àquelas pessoas que já passaram por alguma das comunidades acolhedoras e concluíram o processo terapêutico.

 

Também às segundas feiras, das 19h às 21h, acontece em Satuba, município da região metropolitana de Maceió, uma conversa com os dependentes e seus familiares, no grupo Acolhe, iniciativa de mútua ajuda assistida pelo programa Família Viva. O grupo Acolhe facilita o acesso das famílias daquela região aos serviços ofertados pela Sepaz.

 

“Algumas das famílias que participam dos encontros acabam internando seus dependentes no projeto Acolhe Alagoas e, quando eles retornam, encontram na família o apoio necessário para sua reinserção”, destaca a psicóloga Joelma Nunes, responsável pelo acompanhamento dos grupos terapêuticos nos municípios.

Qualquer pessoa pode participar dos encontros. Outras informações sobre o programa Família Viva podem ser obtidas pelos telefones 0800-280-9390 e 3315-1913, das 8h às 17h.

 

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

Portal da Transparência