Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2014 Dezembro Sepaz avalia avanços de 2014 e lança livro sobre 5 anos de secretaria
30/12/2014 - 14h40m

Sepaz avalia avanços de 2014 e lança livro sobre 5 anos de secretaria

Na ocasião, comunidades assinaram termo aditivo para manter acolhimentos em janeiro

Sepaz avalia avanços de 2014 e lança livro sobre 5 anos de secretaria

Livro registra desenvolvimento e ações da Sepaz desde 2009

Mariana Lima

Na manhã desta terça-feira (30), a Secretaria de Estado de Promoção da Paz (Sepaz) reuniu colaboradores, comunidades acolhedoras, instituições parceiras e a imprensa para fazer um balanço das ações da pasta em 2014, ao mesmo tempo que entregou seu relatório de gestão em forma de livro, intitulado “Nossos primeiros 5 anos”.

O evento aconteceu no auditório do Centro de Acolhimento para Pessoas com Dependência Química, no Farol – este mesmo um dos avanços celebrados, já que foi instalado no novo prédio em outubro de 2014. O secretário da Paz, Adalberon Sá Júnior, destacou as bases dos Anjos da Paz no interior, realizadas através da duplicação das equipes este ano, e a repercussão das buscas noturnas. 

“Quero destacar a coragem e a ousadia das equipes dos Anjos da Paz, que fizeram o serviço de acolhimento ser reconhecido e admirado em todo o Estado, inclusive recebendo elogios do próprio governador Teotonio Vilela. Indo a todos os bairros e municípios, atendendo a todos os chamados”, declarou Adalberon, puxando uma salva de palmas aos psicólogos e assistentes sociais que integram a equipe.

O secretário refletiu também sobre o desenvolvimento e afirmação do Acolhe Alagoas desde sua criação, em 2010. “Quando dizemos que nós servimos de modelo, não é porque fomos copiados pelo Espírito Santo e Rondônia, mas porque servimos de modelo para o Brasil. A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas utiliza o mesmo modelo de acolhimento e controle de vagas que desenvolvemos aqui em Alagoas para o contrato que mantém com as demais comunidades em todo o país”, afirmou Adalberon.

Cultura de paz em Alagoas

Outra inauguração lembrada no evento desta terça foi a da Casa de Direitos, em junho. “A Casa de Direitos foi uma conquista muito significativa para Alagoas. Foi a primeira Casa no Nordeste, a segunda do país, estrategicamente pensada para o Jacintinho e para aquela Praça do Mirante. É uma política integrada entre todos os poderes e quero aqui destacar o papel da secretária executiva de Maceió, Adriana Toledo, pelo seu empenho no trabalho de adesão da Prefeitura”, celebrou Adalberon Sá Júnior.

Ele apontou as várias campanhas realizadas ao longo destes anos para fomentar reflexão e mudança de postura na população, como as campanhas “Paz, uma só torcida”, desarmamento voluntário de armas de fogo e desarmamento infantil.

“A cultura de violência é impregnada em Alagoas há 200 anos, antes mesmo de existir como estado, enquanto ainda era apenas a região sul de Pernambuco. Tivemos cinco anos para começar um trabalho de mudança de cultura e comportamento, algo que não acontece rapidamente, mas quando já começamos a caminhar”, defendeu o secretário Adalberon Sá Júnior.

Assinatura de aditivo

Ao fim do evento de balanço de gestão, representantes de comunidades credenciadas ao Acolhe Alagoas assinaram um aditivo ao contrato para continuidade dos serviços em janeiro de 2015, enquanto a nova administração do Estado se estabelece. 

 
Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

 

Portal da Transparência